Terra Mystica

Publicado a 04/11/2012, 06:50 por Nuno Bizarro Sentieiro   [ atualizado a 06/11/2012, 16:36 ]

Good News

- Motor de construção: A forma como os autores do jogo integram tudo o que de bom existe em jogos como Hansa Teutónica, Eclipse, Small World... numa coerente e intuitiva máquina de construção-evolução é muito, muito boa. Tudo parece fazer sentido, os recursos variam entre períodos de abundância e austeridade em doses certas de intensidade. Resultando numa gratificante sensação de conseguir domar, através de um planeamento e racionamento tipicamente alemães, os difíceis desafios do jogo.

- Conjunto de pequenos detalhes de génio: Terra Mystica vive de pormenores, de pequenas mecânicas dentro do motor do jogo, que lhe acrescentam densidade e originalidade. Dessas, destaco o mecanismo de passagem de turno e escolha de bónus (à la Vanuatu - mas melhorado !) e a dicotomia proximidade-afastamento(expansão) promovida de forma quase invisível mas essencial no resultado final do jogo. 

- Componentes: madeira e cartão à séria !

Bad News

- Potências assimétricas : Se por um lado se compreende os ganhos na rejogabilidade, os diferentes poderes, as características especiais e os setups minimalistas parecem entrar no jogo de forma artificial. O motor de construção funciona por optimização genérica aparentemente igual para todos os jogadores. A única e mais fácil solução de design para que todos os jogadores não fizessem exactamente o mesmo baseia-se na abordagem desequilibrada ao jogo inserida "a martelo" numa amalgama de raças, excepções e pequenas minudências que tornam o jogo menos elegante e (desnecessariamente) mais denso e difícil de assimilar (para não falara da habitual sensação de desequilíbrio entre jogadores-raças). 

- A tabela de culto - a mecânica mais insossa e menos polida do jogo - subir numa tabela para ganhar pontos sem qualquer "sensação" de competição, risco.

- O tema: a ausência dele... por muito que me digam que isto é um dwelling e aquilo é um santuário,e que a minha raça são os gigantes ou os qualquer coisas, não consigo perceber o porquê do universo fantástico... nada, absolutamente nada na mecânica e sentimento do jogo me transporta para um universo fantástico. Opção puramente comercial ? Tiro no pé? 
Opiniões...

#nbs#