Opinião‎ > ‎Guerra de Ideias‎ > ‎

Retrato do País

Publicado a 30/03/2011, 07:40 por Carlos Ferreira
O retrato do país também se vê neste hobby.

Estou a precisar de desabafar.  Nestes 2 últimos dias tenho andado em “guerra” com a alfândega… E estou a levar uma coça brutal.

Primeiro ponto. Há que elogiar os CTT. Nenhum dos serviços internacionais com os quais tenho entrado em contacto é tão rápido como os nossos correios. É uma coisa espantosa e quando há bem a dizer, eu não me calo…

Claro que eles também são expeditos noutra coisa… ir ao bolso.

Então não é que eu tenho um jogo que me foi oferecido e aquela porcaria parou na alfândega. O que é que nos é pedido (além de pagar, claro)? Uma simples factura do objecto em causa.

Primeiro, começam as chamadas. Vamos lá fazer skip a toda a burocracia e ligo logo para a alfândega, directo. Quando, infelizmente, somos “clientes  habituais” há processos que passamos a dominar.

4 tentativas depois, lá tenho uma resposta:

- Há, isso não é para aqui. Tem que ligar para o 21XXXXX45

Tudo bem, eu ligo. Mais 5 tentativas.

- Não. Isso não é express mail. É correio normal. Vai ter que ligar para o 21YYYYY41.

32 tentativas depois. Desisto e ligo para o nº normal, dos CTT, que já sei que não vai dar em nada. Mas… either way, o desespero começa a instalar-se.
707262626. Uma música bem gira para quem está à espera, mas que passados 12 minutos começa a aborrecer.

Lá vai outra vez a explicação:

- Mas, amigo, o jogo é uma oferta. Não tenho factura. E agora?

- Muito bem, se é uma oferta vai ter que preencher uma “declaração sob compromisso de honra”

… ui, começa a burocracia. E o nome? Declaração sob compromisso de honra. É uma coisa até bem pomposa.

- E onde é que está isso?

- No site dos CTT.

– Sim, mas onde.

- Procure na lupazinha…

- GRRRR. OK, Adeus, boa tarde… NÃO NÃO PRECISO DE MAIS AJUDA NENHUMA, ATÉ PORQUE VOCÊ NÃO AJUDOU MESMO NADA…

PIM.

½ hora depois lá está a tal declaração. Agora preencher. Espera… há um campo de valor. Vais inchar Carlos.. há pois vais. Então, mas foi oferta. Deixa cá ver quanto é que isto me custava, afinal a declaração é de honra. Converte, etc… vais pagar Carlos, Há pois vais.

Declaração enviada. 24 horas depois… deixa cá ligar.

Daqui para ali, dali para cá, agora liga para este e mais aquele. No final mesmo sobra outra vez o 21YYYYY41. 27 tentativas depois, lá me atende um senhor conterrâneo do Pedro Pauleta.

Há, não chegou cá documento nenhum. What ?!?! Mas eu enviei por mail? Quer dizer que ainda alguém vai imprimir o meu documento e levá-lo lá ?!?!

- Pois, o mais rápido era mesmo eu passar por aí, certo?

- Sim, assim seria mais rápido. Se tiver mesmo urgência é o melhor. Mesmo assim, hoje é quarta. Já não deveria receber isto esta semana.

?!?!? Ok, já os apanhei.

- Então eu ia aí e o senhor não me entrega isso em mão?

- Não, isso está na Alfândega. Não dá.

 OLHA fosgasse… onde é que anda o Simplex ?!?! Há foi pelo cano abaixo, quem sabe apanhar o PEC4. Mas os meus impostos servem para quê? Caixas de robalos?

O que precisávamos mesmo era dum Kadhafi. Acho que a Libia está a exportar. Aproveitem esse homem, sff.

Comments