Opinião‎ > ‎Nada Pessoal‎ > ‎

Velho, sem gelo, duplo...

Publicado a 07/03/2011, 17:52 por Nuno Sentieiro   [ atualizado a 07/03/2011, 18:47 ]


Depois da obrigatoriedade dos jogos com água lisa, finalmente uma noite de degustação num regresso prometido aos clássicos. Dois, em dose dupla.

Automobile I ou como fazer pópós para tótós

Que jogo... penoso, cheio de erros, ao segundo turno já havia vencedor anunciado. Perguntas ridículas, regras esquecidas, um festival de vendedores de gravata com pinta de jogadores da bola a vender banha, e mal... ui...

Final de jogo, vencedor com números de PIB de país desenvolvido, começar a arrumar os despojos do jogo, alguém diz:

"-Eu por mim jogava já outro..."

Troca de olhares, acenos de cabeça. 

Porque não ?

Automobile II - O regresso do herói e das tramóias e panelinhas e afins

Ah ! que ganda jogo, mais de uma vintena de vezes depois continua a ter defeitos, que os tem, mas no binómio tempo-diversão continua a ser um "jogalho" ! - tenso, equilibrado, com uma densidade estratégica diluída em oportunidades, fugas e manobras de diversão... 
Gosto muito deste jogo...


Muitas cervejas depois...

Já com mais um elemento (bem servido de bagaço...) e com o transformista russo "on fire" eis que chega à mesa Liberté !

O clássico dos clássicos, agora em versão "chill out".

Liberté I ou isto é tudo pessoal !

- Acabou ? ganharam as brancas ? 7 CR's (não confundir com CR7..) ?

- Como é ? outro ?

- Só se for já...

Liberté II - Perpetual Motion Machine 

Jogo de ataque pessoal, de choro, riso, de péssimas mãos, de batalhas sem general, sem estrelas, muita madeira, vermelho e azul... 
Finalmente aparecem as brancas, atiram ao poste.
Nos penalties encontram-se vencedores sem pescoço...

Fim de festa. Bonita pá...


ps- também foram jogados outros jogos não mencionados ou molestados no decorrer da sessão.

Comments