Críticas‎ > ‎Recentes‎ > ‎

Caravelas

Publicado a 10/01/2011, 15:34 por Paulo Soledade   [ atualizado a 10/01/2011, 15:41 ]
Parece que em tempo de crise - será esta a mais ouvida, escrita, dita, palavra dos últimos tempos em Portugal?! - algumas coisas vão surgindo como que retirando esse peso de fado de cima de nós, desafiando o Inverno, desfazendo os défices e aligeirando as intempéries. Uma lufada de ar fresco, para recorrer a um chavão, que prova que em Portugal podem-se fazer coisas boas.

Caravelas é um jogo de tabuleiro que reflecte tudo isso. É uma nova abordagem para um novo conceito português de jogos familiares, jogos de serão ou de tardes de fim-de-semana com assinatura toda em português. Promove o espírito da família em épocas tão dedicadas ao singular, promove a aprendizagem pela diversão e prova que somos também capazes de fazer bem quando nos metemos a isso. Duvidamos é vezes a mais. 
Gil d'Orey, o autor, faz jogos a um ritmo que começa a ser de sublinhar. Mesaboardgames, a editora que ele, com mais dois sócios, dirigem é, também ela, toda em português. E é em português que nos entendemos!

Comments