Top 5‎ > ‎2009‎ > ‎

O melhor do "envenenamento verbal"



Envenenamento Verbal, ah... havia tanto para dizer sobre este nobre ofício... Os mestre desta ancestral arte conseguem passar despercebidos durante um jogo inteiro enquanto através de diversas pequenas frases atiram o foco do jogo para jovens desprevenidos que nem sabem o que lhes está a acontecer. A técnica demora anos a aperfeiçoar, mas aprendendo com verdadeiros doutorados na matéria consegui compilar algumas dessas técnicas da maravilhosa arte do "Envenenamento Verbal"...

Número 1 - The Larch ! .... (sim, demasiada TV)

Número 1 - "Epá, eu nunca ganhei um jogo destes..."
Utilizada no início do jogo esta técnica permite afastar as atenções do jogador e ao mesmo tempo prevenir piadas sobre um possível mau resultado. Apesar de um pouco primária tem um grau de sucesso extremamente elevado, permitindo prevenir um sem número de situações...

Número 2 - "Nada de pessoal mas ..."
Fabulosa esta técnica, geralmente utilizada após uma grande pausa onde se finge estar a pensar numa decisão já tomada, seguida de um franzir de testa e dita de uma forma tímida e suave. Grau de sucesso e impacto devastadores. ps- Evitar sorrisos maléficos enquanto se executa esta manobra.

Número 3 - "Isso não faz sentido nenhum, mas tu é que sabes..."
Muito boa a forma como se acusa com veemência e depois se atira a responsabilidade para o outro. Primeiro deixa-se claro que a jogada é má e não se explica porquê, depois dá-se a Razão e a liberdade individual de escolha deixando pouca margem para uma resposta ao terrível e devastador movimento.

Número 4 - "Eu já só estou a jogar para me divertir"
Muito original esta manobra. Enquanto se afirma fora do jogo, retirando qualquer atenção que ainda recaísse sobre si, o jogador justifica qualquer acção agressiva que possa vir a fazer com um "eu já não ganho" e ainda sai como sábio profeta se o resultado final não lhe for favorável. Brilhante ! Quando bem executada esta manobra é um regalo para os olhos...

Número 5 - "Isto tá é pró ... "
Nada como espalhar o boato, geralmente quem acerta no timing certo para a execução desta manobra vence o jogo. Não é fácil perceber quando e como utilizar esta técnica, mas quando usada com mestria é simplesmente demolidora... para que resulte mais vezes e caso o alvo não vença o jogo é obrigatório rematar com um " é que eu pensava mesmo que ias à frente..." Por vezes esta manobra só é possível detectar em Super Slow Motion gerando imagens de incomparável beleza...

Nuno Sentieiro


Comments